Puerto Madryn

By 3 de abril de 2016Argentina

Puerto Madryn é uma cidade litorânea da Patagônia Argentina com cerca de 94 mil habitantes, e a sua economia é baseada em um parque industrial de alumínio, a pesca e o turismo. Chegamos na cidade no fim do dia, e fomos recebidos pelo Mariano, que nos hospedou por couchsurfing em sua casa. Depois de conhecer sua casa e nos instalar, saímos para dar uma volta pela cidade com nosso host.

Caminhamos pela orla da cidade, até o píer principal, onde observamos muitas pessoas pescando, principalmente lulas pequenas. Ventava muito, é uma cidade que sempre venta. A cidade é um amor, uma cidade relativamente grande, com boa infra-estrutura e se pode encontrar de tudo, opções de mercados, lojas de roupas, de lembrancinhas, muitas opções de restaurantes, bares, e até um shopping pequeno, na orla existem muitas agências de turismo, que vendem distintos passeios, o mais famoso são os mergulhos, já que a cidade é conhecida como a capital do mergulho, mas encontra-se passeios para Peninsula Valdes, Punta Tombo, Punta Lomo, para ver golfinhos, baleias, pinguins e outros passeios pela região que possui uma natureza incrível e única.

Puerto Madryn-2

No dia seguinte aproveitamos para lavar toda a roupa acumulada, levamos tudo na lavanderia e fomos conhecer a cidade um pouco melhor. Para conhecer a cidade é possível fazer apé. Saímos e fomos pela orla, sentido ao píer, e vimos um cruzeiro atracado, a cidade recebe muitos cruzeiros com roteiros distintos, o que estava atracado havia saído do Canada e estava rumo as Malvinas. Com o cruzeiro atracado o píer fica fechado e não pudiam circular até as 18 horas, quando o barco zarparia. A Argentina tem uma guerra muito recente que é bem viva na memória de todos e se pode ver a sua importância pelas cidades patagônicas, trata-se das guerras das Malvinas, e todas as cidades que visitamos desta região, possuem um monumento as Malvinas. O monumento de Puerto Madryn fica na orla, perto do Pier.

Puerto Madryn-1

Depois seguimos para o Museo Provincial del Hombre y el Mar, trata-se de uma casa antiga de três pisos, muito bonita. O museu custa 60 pesos argentinos por pessoa, é um museu pequeno, o mais interessante é uma lula gigante “in natura” e um esqueleto de uma baleia franca austral completo que estão expostos. No museu há também aves empalhadas e informações sobre a vida marinha.

A cidade é muito conhecida por ser um local de fácil apreciação das Baleias Franca Austral, que em seu período migratório chegam muito próximo as praias da cidade, e se podem fazer passeio de barco em que se chega bem pertinho delas. O período migratório e de reprodução é de Maio a Dezembro, e nos não estávamos lá nesta época, então, não vimos as Baleias.

Puerto Madryn-4

Puerto Madryn-3

Saindo do Museu, voltamos pela orla, existem muitas opções de restaurantes e bares. Fomos pegar o carro para seguirmos para a reserva de Punta Lomo, uma indicação de passeio, que é uma das maiores reservas de leões marinhos da Patagônia. Punta Lomo fica a 17km de Pueto Madryn, com o inicio da estrada pavimentado e depois uma parte em estrada de chão. A entrada do Parque custam 100 pesos argentinos por pessoa e pode-se ficar até o horário do parque fechar. Apesar de ser um ponto turístico muito indicado, nos decidimos não entrar, pois sabíamos que iriamos ver muitos leões marinhos em outras reservas ao longo da Patagônia, e principalmente na Península Valdés que fica próximo de Puerto Madryn e seria o nosso próximo destino. Se quiser ler como foi a nossa visita a imperdível Península Valdés clik aqui.

Então seguimos a estrada de chão para ver onde nos levaria e passamos por paisagens e lugares incríveis.

Puerto Madryn-7

Puerto Madryn-6

Puerto Madryn-10

A primeira praia que passamos foi a praia Paraná, Uma praia linda com pedrinhas no lugar de areia, haviam algumas pessoas pescando, e outras como nós curtindo o visual e a energia do lugar. Depois seguimos mais 15km até o fim da estrada e encontramos este lugar lindo.É muito difícil descrever, era de fato impressionante. A água era fria, cor verde-azulado, cristalina, ventava muito e o dia estava lindo.

Haviam algumas pessoas no local, algumas pescando e outras como nós, aproveitando o visual. Depois ficamos sabendo que esta região é ótima para pescaria, tanto na beira da praia, quanto em barcos. Voltamos no fim do dia a Puerto Madryn. Nesta região durante o verão, amanhece muito cedo, cerca das 5 horas da manhã, e começa a escurecer cerca das 9 horas da noite, é ótimo pois se pode aproveitar bastante o dia.

Puerto Madryn-9  Puerto Madryn-5

Puerto Madryn-13

Puerto Madryn-11

roadsweethome

Author roadsweethome

More posts by roadsweethome

Join the discussion 2 Comments

  • Belíssimo post sobre esse lugar em que a vida selvagem é abundante!!
    Estive nesse paraíso a tempo atrás e pude testemunhar todo esse encanto de ver animais extraordinários tão de perto! Fiquei com o sonho de retornar algum dia para aproveitar melhor!! Gostaria de compartilhar um video das baleias em puerto madryn que tive a felicidade de filmar de um Drone a partir da praia.
    https://youtu.be/VFPxTMdJSd4

    • roadsweethome disse:

      Que belas imagens Fabrício, o lugar realmente é único, e nós com certeza voltaremos um dia no período de baleias para podermos desfrutar desse espetáculo. Abraços

Leave a Reply